happy stories by Bio & Natural – Pão Nosso

Home/happy stories by Bio & Natural – Pão Nosso

happy stories by Bio & Natural – Pão Nosso

 

PT
na primeira história feliz do ano do Bio & Natural – o espaço do El Corte Inglês Gaia Porto onde encontramos uma ampla gama de marcas dedicadas ao mundo da produção biológica, com destaque para as marcas provenientes dos pequenos produtores – vamos falar de…. pão!
esse alimento simples, delicioso, variado, e que para ser 100% saudável deve mesmo ser biológico e produzido artesanalmente!
é o caso do Pão Nosso, marca criada por Filipe Melo para dar nome ao pão que produz desde 2013, e cujo sucesso foi tão grande, que levou a que no final do ano de 2016 abrisse a primeira mercearia biológica, onde o pão artesanal é o rei.

o pão artesanal Pão Nosso pode ser comprado também no Bio & Natural, mas por uma questão de logística, a entrevista teve lugar no novo espaço do Filipe, que nos deu assim a possibilidade de conhecer a sua mercearia – Pão Nosso.ver histórias anteriores aqui.

EN
the first happy story from Bio & Natural, the space that exists at El Corte Inglês Gaia Porto, and where we can find a huge amount of brands dedicated to the organic production, with special highlight to brands from small producers – is about…bread!
delicious, simple, with great variety, and a food which is 100% healthy only if eaten organic and handmade produced.
that is the case of Pão Nosso, the brand created by Filipe Melo, giving name to the bread he produces since 2013, and due to a huge success, made him open last November 2016 the first organic grocery shop, where the bread is king.
the bread Pão Nosso can be bought at Bio & Natural as well, but due to a logistic issue, interview took place at Filipe’s new space, which was good so we have the opportunity to get to know the grocery shop Pão Nosso.
see previous stories here.

Pão Nosso – Organic Bread

PT
a marca Pão Nosso surge em 2013, quando Filipe Melo – apaixonado por pão mas descontente com o pão que encontrava nas padarias tradicionais – decidiu começar a confeccionar o seu próprio pão em casa, tendo os amigos chegados como os seus primeiros clientes.seguiu-se em 2014 um ano dedicado à investigação e à parceria com o Projeto Raízes e com a AMAP (associação para a manutenção da agricultura da proximidade) que tinham um ponto de venda no Duas de Letra, e em 2015, já em grande expansão, a compra de uma antiga padaria que começou por funcionar apenas como local de fabrico e distribuição.sucesso atrás de sucesso, – o Pão Nosso já podia ser encontrado em vários pontos de venda – 2016 é o ano do sonho tornado realidade:
Filipe Melo abre a SUA padaria artesanal e biológica, dando um salto um pouco maior e assumindo, através de mais uma parceria certificada, uma nova vertente : o espaço funciona também como pastelaria e cafeteria – a primeira pastelaria biológica no Porto – e onde pode encontrar bolachas, empadas, granolas e refeições ligeiras, e mercearia, tudo com produtos biológicos evidentemente.

EN
the brand Pão Nosso appeared in 2013, when Filipe Melo – bread lover but not fond of the breads he found at traditional bakeries – started baking his own breads at home, and his close friends were his first clients.

2014 was a year for investigation and for the first partnership with Projeto Raízes and AMAP (an association for keeping proximity of agriculture) and for the first outside point of selling at Cafe Duas de Letra, and in 2015, already in great expansion, the acquisition of an old bakery only for the production and distribution of the breads.

success after success – the bread Pão Nosso could be found in many places – 2016 is the year when dream comes true:
Filipe Melo opens its OWN organic bakery, but giving an extra step with another certified partner – the place is also a pastry shop – the first organic pastry shop in Porto, where you can find cookies, different kind of pastries, granolas, and light meals, and it is also a grocery shop, where everything is organic, of course.

PT
O que significa ser um pão artesanal e quais os benefícios?
No processo artesanal usamos fermentos naturais (massa azeda), que têm um tempo de fermentação muito longo (só ao fim de três dias é que o pão pode ser finalmente cozido). os pães cozidos com fermentos naturais têm um índice glicémico menor do que os pães tradicionais, e são também melhor digeríveis.Chegam-me aqui muitos clientes com intolerâncias alimentares (está em voga o Teste A200), como por exemplo a intolerância ao glúten – que depois de alterarem o consumo de pão tradicional para o pão artesanal e biológico começam a sentir-se muito melhor. o pão industrial é de facto nocivo para a saúde, e o trabalho que nós fazemos faz todo o sentido.E o pão artesanal também tem muitos mais nutrientes, certo?
Sim. Na massa azeda podem encontrar-se vitaminas B1-B6, B12, ácido fólico, tiamina, niacima, riboflavina, vitamina E, selénio, ferro, cálcio, magnésio, fósforo e potássio. Enquanto que os pães produzidos industrialmente apenas contém uma fração dos seus nutrientes originais.

Qual é o seu pão mais famoso, ou o que as pessoas mais compram?
um dos pães com muito sucesso é o pão de Kamut, e também o pão de centeio, ao qual o cliente se mantém fiel e o que tem menor teor de glúten.
no entanto, e por razões económicas, o pão mais vendido é o pão de mistura, que é o mais barato.

EN
What is the meaning of a handmade bread and what are its benefits?
by the handcrafted way we use natural yeast (sour mass), which has a long fermentation period (only by the end of the third day bread can be baken.) baken breads with natural yeast have a minor glycemic rate than traditional breads, and are better digested.

I have a lot of clients coming here with a lot of food intolerances (Test A200 is now in vogue) – as gluten intolerances, and after they change to my breads they feel much better. industrial bread is in fact not healthy, and our job has really a meaning.

And Handmade bread is much richer in nutrients, right?
Yes, in the sour mass you can find a lot of vitamins such as B2-B6, B12, folid acid, niacin, thiamin, riboflavin, vitamin E, selenium, iron, calcium, magnesium, phosphor, zinc, potassium. On the contrary, breads industrially baken only keep tha slight percentage of the original ingredients.

What is your most famous bread, or which one people buy most?
one very successful is the Kamut bread, and also the rye bread, which is the one with less gluten rate.
But for economical reasons, the most sold bread is the mixture bread, which is the cheapest.

Pão Nosso at Bio & Natural

PT
Como encara esta parceria com o ECI?
o ECI está a criar um mercado e a criar o seu público.
para nós, em termos de visibilidade da marca foi excelente, deu-nos outro tipo de exposição e outro tipo de público. além disso foi muito importante porque nos exigiu várias coisas que nós ainda não tínhamos (códigos de barras, por exemplo) e isso deu-nos outro tipo de responsabilidade.Por falar nisso, recordo-me que o formato do pão também sofreu alterações, bem como a embalagem. Isso foi uma alteração importante?
Sim, tivemos de adaptar a embalagem ao novo formato do pão (que se alterou para melhor caber na câmara frigorífica, bem com no forno). além disso a embalagem inicial começou a ser impraticável, era muito artesanal para o volume de vendas.Acredita que a agricultura biológica é o futuro?
espero que sim. pelo menos na Europa faz todo o sentido que seja. aliás na Dinamarca o processo de produção biológica já é obrigatório, e na Europa penso que vai ser a grande tendência.

EN
How do you see this partnership with ECI?
ECI is building its public and its market.
for us, it was great in terms of visibility and exposure, gave us a different public and exposure. and it was of great importance as they obliged us to comply with a lot of things we did not have before (like bar codes) and that gave us bigger responsibility.

I now recall that the shape of the bread and packaging is different from the beginning. Was that an important change?
Yes, we had to adapt the packaging to the shape of the bread (to fit in the owen and in the cold storage), but the primitive packaging was also too handmade, and we could not face the volume of sells.

Do you believe organic farming is the future?
I hope so, at least in Europe I believe it will be. In Denmark it is already compulsory.

PT

Como este é um blog sobre o Porto, posso saber um dos seus locais de eleição da cidade?
Gosto muito da Rua da Bandeirinha. é uma rua com importância histórica (por causa da peste negra), não é nada turística e tem umas bonitas vistas sobre o rio.

Obrigada! 🙂

EN
As this is a blog about Porto, what is your favourite spot in the city?
Rua da Bandeirinha. it is a street with historical background (because of black plague), it is not turistic and has great views to the river.

thank you! 🙂

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Pão Nosso @Bio & Natural

Av Da República 1435
4430 – 999 Gaia
T: +351 22 378 14 00
mon-sat: 10h – 23h
sun: 10h – 20h
By | 2017-10-11T18:03:26+00:00 January 17th, 2017|bio & natural, shops|0 Comments

Leave A Comment