Série: Gente Empreendedora do Porto – V

Home/Série: Gente Empreendedora do Porto – V

Série: Gente Empreendedora do Porto – V

 
PT
de regresso a esta minha série de pessoas que fazem o Porto acontecer (ver anteriores posts aqui, aqui, aqui e aqui) – hoje é dia de mais uma dupla – duas amigas, as Joanas – que, ainda a Rua das Flores não era o que é hoje – uma das ruas mais efervescentes do Porto – quando acreditaram e apostaram que aí seria a rua ideal para abrirem a sua mercearia.
e assim nasceu, em Fevereiro de 2012, a MERCEARIA DAS FLORES, uma das primeiras mercearias com o conceito “provar antes de comprar” – e onde se podem encontrar produtos tipicamente portugueses e biológicos, num espaço bonito e acolhedor.
a MERCEARIA DAS FLORES convida a sentar para degustar uma ou várias das iguarias do dia, a abastecer-se de produtos típicos oriundos das várias regiões de Portugal – com destaque para os produtos de pequenos produtores – convida a conversar e partilhar experiências, e quem já lá foi sabe do que estou a falar: assim que se entra apetece ficar sempre mais um bocadinho.
para além da degustação e venda de produtos, organizam passeios culturais pelo Porto, tertúlias, e outros eventos culturais que façam ponte com a cidade.
ENG
back to my serie of people who make Porto happen (see previous posts here, here, here and here) – today is the day for presenting two friends – the Joanas – who believed from the beginning that Rua das Flores would be a perfect spot for their business – a little grocery shop.
and so the MERCEARIA DAS FLORES was born (Feb. 2012) – one of the first with the concept “tasting before buying” – and where you can find typical portuguese and biological products, in a nice and cosy place.
MERCEARIA DAS FLORES invites you to come in and sit, to taste one or more of the products of the day, and to buy typical products from other regions of Portugal – with highlight to products from small producers – but also invites you to stay a little longer, sharing your experiences; and who knows the place knows what I am talking about – you go in and you feel like staying a little bit longer.
besides tasting the food, they also organize small cultural trips around Porto, small theme discussions, or other cultural events that have to do with Porto.

PT
“conhecemo-nos por causa dos nossos filhos, que estudam na mesma escola, ficámos amigas, e após algumas conversas percebemos que ambas queríamos fazer algo diferente do que estávamos a fazer profissionalmente; o facto de termos tido a  experiência anterior de trabalhar com produtos como o azeite, ajudou-nos a decidir o que queríamos fazer, e lentamente a ideia ganhou sentido.
“não queríamos nada que fosse gourmet, nem queríamos só uma loja – queríamos potenciar a prova e a degustação dos produtos, para além de uma embalagem apelativa;
“o facto de uma embalagem ser muito bonita não é suficiente, é preciso saber-se o que está lá dentro”
“e quisémos trazer para a cidade o conceito das mercearias das aldeias, onde tudo se passa lá, onde as pessoas vão e ficam e conversam, não queríamos nada estático”
ENG
“we met because of our children, who attend the same school, we became friends, and after some conversations, we realised both of us would like to do something professionally different; the fact that we had some previous experience in working with product like olive oil helped us to decide what we wanted, and slowly the idea had a form.
“we did not want a gourmet thing, and we did not want a simple shop – we wanted that people tasted the products, more than liking the packaging.
“the fact that a packaging is attractive is not enough, people must know what there is inside”
and we wanted to bring to the city the concept of a grocery shop from small villages, where everything goes on there, people go in and talk and stay, we didn´t want something static.”
PT
“recebemos muitos turistas, de quase todo o mundo, muitos franceses, canadianos, australianos…., e também já temos muitos fiéis clientes do Porto:)
com exceção do ano em que a rua das Flores esteve em obras (esse ano foi muito mau), o negócio tem corrido bem, sim. mas os meses de Janeiro e Fevereiro são sempre os meses mais parados.”
ENG
“we welcome a lot of tourists, from everywhere, a lot from France, Canada, Australia…, and we already have some faithful clients from Porto:)”
“with the exception of the year when Rua das Flores was being renewed  (that year was really bad), business is going well.  January and February are the worst months.”

Joana Oliveira
signo: Carneiro
zodiac sign: Aries

O teu local de eleição no Porto?
o miradouro da Vitória.

e o que achas do Porto como cidade?
o Porto é uma cidade que está a atravessar um muito bom momento, a questão agora é para onde vai evoluir, será que vai ou não conseguir manter a sua identidade.
eu gosto muito de trabalhar na Baixa, é um ambiente muito familiar, todos nos conhecemos aqui na rua, há uma identidade muito própria, mas o perigo deste boom do Porto é que isso deixe de acontecer, que se perca essa identidade.

um sonho?
realizar uma viagem que já estive quase a realizar mas por condições atmosféricas adversas não consegui: ir ao deserto do Atacama, nos Andes.

ENG
A place that you like a lot in Porto?
Miradouro da Vitória.

what do you think of Porto as a city?
Porto is having its boom, a good moment, now the question is how it is going to be in the future, if it will keep its identity.
I love to work downtown, it is very familiar, we know everybody here in the street, and that is great. the danger is exactly this one, that Porto looses its identity.

a dream?
to visit the Desert of Atacama – I was once almost there, but due to bad weather we could not do the trip.

Joana Osswald
signo: virgem
zodiac sign: virgin

o teu local favorito no Porto?
a Igreja de Santa Clara.

o que achas do Porto enquanto cidade?
acho que o Porto está lentamente a sofrer de “gentrification” (gentrificação será a tradução à letra, mas ainda não vem no dicionário: fenómeno que afeta uma região ou bairro pela alteração das dinâmicas da composição do local). o que é típico poderá tender a desaparecer, e se isso acontecer é uma pena.

um sonho?
tirar uma licença sem vencimento e ir com a família dar uma volta ao mundo de barco à vela!

ENG
your favourite place in Porto?
Santa Clara’s church.

what do you think of Porto as a city?
I think Porto is slowly suffering from gentrification. (a phenomenon that refers to shifts in an urban community lifestyle). what is typical tends to disappear , and it is a pity, if that happens.

a dream?
get an unpaid leave for a year and do a sailboat trip around the world with my family.

 

Gente Empreendedora do Porto – V (Entrepreneur People from Porto V)
Joana Osswald e Joana Oliveira

Mercearia das Flores
Rua das Flores, 110
4050 – 263 Porto
open: 10:00 – 19:30h
www.merceariadasflores.com

interview by: Paula C.
pictures: Paula C.

By | 2017-05-27T11:43:22+00:00 December 2nd, 2014|general, interviews, lifestyle & people, porto entrepreneurs|2 Comments

2 Comments

  1. t. o.m. 03/12/2014 at 19:02 - Reply

    que maravilha! foi bom reencontrá-la por aqui Joana! ( a do signo Carneiro lol). Parabéns!! Já aí estive e nem sabia de quem era 🙂

    • pcalheiros 04/12/2014 at 14:19 - Reply

      O Viver o Porto fica contente por ter proporcionado um reencontro:)

Leave A Comment